Slideshow Image 1 Slideshow Image 1 Slideshow Image 1 Slideshow Image 1

Capa

Revista Mensageiro - Dezembro de 2017
Vol. 123
Nº 1356
Dezembro de 2017
Assine a revista Mensageiro
Assine a revista Mensageiro

Palavra do Diretor Nacional:

Um Menino nasceu para transformar nosso coração!


A expectativa da "espera" sempre esteve presente entre os seres humanos de modos diversos: a mãe gera e espera que o filho nasça, o pai espera o filho voltar para casa, a namorada espera o namorado, o paciente espera o médico no consultório, o povo espera nas longas filas dos postos de saúde, o caçador espera a caça, os alunos esperam o professor, o pescador espera o peixe etc.

No Natal, vivenciamos uma grande espera! O povo de Israel aguardava com ansiedade a manifestação do Messias. Na pequena Nazaré vemos a jovenzinha Maria que reza todos os dias para que Deus envie o Messias para salvar o povo. É uma longa espera. Hoje na Liturgia fazemos tal preparação com os Domingos de Advento, tempo de preparar a casa e o coração para celebrar as festas do nascimento de Jesus. É uma espera alegre e feliz. Celebramos o mistério do que já aconteceu.

Na fragilidade do estábulo, contemplamos a grandeza de Deus: Menino nascido, brilho de estrelas, canto de galo, bafo de animais, alegria de Maria e José, glória dos anjos, visita dos pastores, oferendas dos magos do Oriente. Nosso coração se transforma quando nos ajoelhamos diante do presépio, pois sentimos que o Menino nasceu para nos salvar, para nos dar uma nova alegria e esperança. O mundo já não é o mesmo, Deus veio para junto da humanidade, tornou-se gente como nós para nos tornar divinos como Ele.

Nos episódios da infância de Jesus podemos aprender muito: o cuidado dos pais no nascimento, o sonho de José, a preocupação com a perseguição gratuita de Herodes e a fuga para o Egito, a apresentação e consagração do Menino no Templo, a purificação de Maria, o reconhecimento de Simeão e Ana, a sabedoria do Menino que faz a vontade do Pai. São textos bíblicos carregados de ternura que nos conduzem à mistagogia - entrar no mistério - para participarmos também dos sentimentos que vivenciaram os personagens de então.

Ao olhar para o nosso mundo tão necessitado de cuidado nos perguntamos como estamos servindo a Deus e cuidando das coisas do Reino de Cristo. São tantas relações quebradas: guerras, abandono, preconceito, discórdias, invejas, traições, egoísmos etc., que pedem de nós uma postura mais humana e cristã. O que o processo e a vivência da fé têm feito conosco? Nosso coração vai aos poucos sendo modelado pelo desejo do Senhor? Somos servidores da missão de Cristo?

O Apostolado da Oração - a Rede Mundial de Oração do Papa - no seu processo de Recriação nos propõe "um caminho com Jesus em disponibilidade apostólica". A Recriação é antes de tudo fazer melhor o que já fazemos, acreditar mais em nós mesmos e nos nossos grupos. Trata-se de uma disponibilidade interior para assumir a missão de Cristo. O Apostolado da Oração é um caminho espiritual que nos leva a servir os desafios da humanidade e da missão da Igreja através da oração. É nascer de novo, para melhor servir ao que a Igreja nos pede a partir das intenções de oração do Papa.

Diante de tantos desafios e dores da humanidade podemos nos sentir anestesiados e impotentes. Rezar diante da manjedoura e da cruz nos faz bem, porque contemplamos o mistério da fragilidade tanto da criança indefesa como do crucificado sem vida. O que vai permanecer de minha vida na história? O que quero deixar para as gerações futuras? Com o coração transformado pela graça de Deus quero ajudar o mundo a ser melhor, quero mudar pequenas coisas em mim mesmo, quero olhar as pessoas com mais cuidado e ternura. Quero ser o "sal da terra" e a "luz do mundo" que o Senhor sonhou que eu fosse. Assim, o Natal vai acontecer todos os dias.

Pe. Eliomar Ribeiro, SJ, Diretor Nacional da Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração e MEJ), e Diretor de redação da revista Mensageiro do Coração de Jesus
MENSAGEIRO DO CORAÇÃO DE JESUS é uma publicação de Edições Loyola - Rua 1822 nº 341 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3385-8555 | 2063-4275 | 3385-8501
2017 Todos os direitos reservados.